Anti-semitismo, alerta e compromissos da comunidade – KBO

BS”D
Hoje o mundo converge em desejo de igualdade dentre os povos, as raças, os credos, sexos e gêneros, mas a complexa relação entre o “comum” e o diferente tem preocupado também. Vive-se hoje o desejo de ser diferente e de ser igual. Fica mais difícil, à cada dia, viver nossa cultura, seja às claras ou as escondidas em um mundo onde não se aceita o que a tv ou as revistas ensinam ser o correto. O respeito ao “diferente”, quase se ofusca dia à dia.
Posto este audio para dar um alerta aos meus amigos, coreligionários e colegas, que como nós, buscam viver seu judaísmo kasher e original. Quero alertar que viver judaísmo isolado é pedir para perder sua fé ou seu status, perder a oportunidade de ajuda mútua. Os Bnei Anussim, sefaradim ou candidatos a conversão em geral devem buscar unir-se em seus moshavim (comunidades-coperativas), Kibutzim (comunidades) ou qualquer meio onde seus bairros, empregos, ajuda, comércios e shabat, sejam garantidos. Especialmente em tempos onde o anti-semitismo e a desconfiança da comunidade judaica, crescem dia-a-dia.

Peço a todos que reflitam, em especial na abertura de comunidades preocupantes que estão migrando para o Brasil e o recente apoio de estados como o RS que têm claramente, como falado à tempos atrás ocultado anti-semitas e pessoas, que, de maneira direta ou indireta não têm se comovido com a realidade anti-semita deste país. Ainda mais em momentos onde mais e mais cariocas, sentem-se desconfortáveis com a presença de mais religiosos judeus, de modo de vida “rustico”, “diferenciado”, e “Ortodoxo” invadem as ruas do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense.

Quero novamente ressaltar como um amigo da comunidade Beit ‘Or e conselheiro da presidência, vice presidência e secretaria da Comunidade Sefaradita Kehilah Beit ‘Or, a importância de criarmos um Classificado de emprego e empresas na nossa comunidade, para que mais e mais “shomrei shabat” tenham suas empresas mantidas por nós e dando empregos para os membros dessa dignissima comunidade. E quem sabe então poderemos auxiliar mais, e mais nossa comunidade à crescer e investir em sua vida religiosa ainda mais. Que esse quadro atual mostrado no vídeo abaixo possa ajudar-nos, dando um alerta sobre o que precisamos fazer e viver.

Shabua tob à todos.

Yaakov Benlev – Segundo Secretário da Comunidade Beit ‘Or.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s